sexta-feira, 20 de maio de 2011

Determinação, Força de Vontade ou Amor Próprio?



Olhando a foto acima o que você diria?
Bom, eu diria que foi um pouco de cada coisa!

Sabe quando você abre mão da sua vida, para viver a vida de outra pessoa e depois simplesmente o amor acaba, você leva um pé na bunda, chora por semanas e fica como na foto a esquerda (Fevereiro de 2011), ai você se olha no espelho e decide voltar a sua vida, a sua rotina, a fazer as coisas que você deixou de fazer, traça novas metas, faz planos para você, resumindo, você decide que a prioridade é você e ponto! Então foi isso que aconteceu comigo.
O ponto que mais foquei foi a academia, pois é uma coisa que eu gosto e me faz um bem danado! E isso acabou gerando uma certa surpresa nas pessoas ao me verem e surgiram as típicas perguntas:

"-O que você tomou?"
Para essa eu respondo que tomei vergonha na cara! rsrsrs

"-Nossa, você tomou bomba?"

"-O que você está fazendo? Você está enorme, é só academia mesmo?"

Não fiz nada de "ilegal" posso garantir a vocês, isso é fruto de 6x por semana na academia e uma média de 2h:30min por dia lá dentro, suando a camisa literalmente. Óbvio que eu faço uso de suplementação (Proteína, BCAA, Vitaminas, etc) e também tive que fazer uma reeducação alimentar!
Ah, sem contar que eu tenho uma treinadora excelente e muito competente!!!
O mais bacana de tudo isso é que comparando as duas fotos é bem nítida a "mudança"
Já havia mudado "por dentro" faltava mudar "por fora" ;)

Estou com sono....depois termino essa postagem rsrsrs....

segunda-feira, 2 de maio de 2011

sexta-feira, 29 de abril de 2011

Quero Um Amor Assim...


... e quero brincar de esconde-esconde e dar minhas roupas para você e dizer que eu gosto dos seus Tênis e sentar nos degraus enquanto você toma banho e massagear seu pescoço e beijar seus pés e segurar a sua mão e sair para jantar e não me importar quando você comer minha comida e encontrar você no Rudy e falar sobre o dia e digitar suas cartas e carregar suas caixas e rir da sua paranóia e te dar fitas que você não vai ouvir e assistir a belos filmes e assistir a filmes horríveis e reclamar do rádio e tirar fotos de você quando você estiver dormindo e levantar para te levar o café e pãezinhos e geléia e ir ao Florent e tomar café à meia-noite e deixar você roubar
meus cigarros e nunca achar os fósforos e contar pra você sobre o programa de TV que eu vi na noite passada e te levar ao oculista e não rir das suas piadas e querer você de manhã mas deixar você dormir mais um pouco e beijar suas costas e acariciar sua pele e dizer quanto eu amo seu cabelo seus olhos seus lábios seu pescoço seu peito sua bunda e me preocupar quando você estiver atrasado e me surpreender quando você chegar mais cedo e te dar girassóis e ir à sua festa e dançar até não poder mais e me desculpar quando eu estiver errado e ficar feliz quando você me perdoar e olhar suas fotos e querer ter te conhecido desde que você nasceu e ouvir sua voz no meu ouvido e sentir sua pele na minha pele e ficar assustado quando você estiver zangado e um de seus olhos ficar vermelho e o outro azul e seu cabelo cair para a esquerda e seu rosto parecer oriental e dizer para você que você é lindo e te abraçar quando você estiver ansioso e segurar você quando você se machucar e querer você toda vez que eu te cheirar e te ofender quando te tocar e choramingar quando estiver do seu lado e choramingar quando não estiver e babar no seu peito e cobrir você de noite e sentir frio quando você tirar meu cobertor e calor quando você não tirar e me derreter quando você sorrir e me acabar por completo quando você gargalhar e não entender por que você acha que estou te rejeitando quando eu não estou te rejeitando e pensar como você pôde achar que alguma vez te rejeitei e pensar em quem você é e te aceitar de qualquer jeito e te falar sobre o garoto da floresta encantada que atravessou o oceano porque te amava e escrever poemas para você e pensar por que você não acredita em mim e sentir tão profundamente que eu não ache palavras pra expressar esse sentimento e querer te comprar um gatinho do qual eu teria ciúmes porque ele teria mais atenção do que eu e deixar você ficar na cama quando você tiver que ir e chorar como um bebê quando você finalmente for e me livrar das pontas e te comprar presentes que você não queira e levá-los de volta e pedir para você casar comigo e ouvir você dizer não mais uma vez mas continuar pedindo porque apesar de você achar que eu não estava falando sério eu sempre falei sério desde a primeira vez que te pedi em casamento e vagar pela cidade achando que ela está vazia sem você e querer o que você quer e achar que estou me perdendo mas saber que estou seguro quando estou com você e te contar o que eu tenho de pior e tentar te dar o que eu tenho de melhor porque você não merece nada menos do que isso e responder suas perguntas quando eu preferir não responder e dizer a você a verdade mesmo quando eu realmente não queira e tentar ser honesto porque eu sei que você prefere assim e achar que está tudo acabado mas agüentar por mais dez minutos antes de você me jogar fora de sua vida e esquecer quem eu sou e tentar ficar mais próximo de você porque é lindo aprender a te conhecer e vale a pena o esforço e falar mal alemão com você e falar hebraico pior ainda e fazer amor com você às três da manhã e de alguma forma de alguma forma de alguma forma expressar um pouco deste esmagador embaraçoso interminável excessivo insuportável incondicional envolvente enriquecedor-de-coração ampliador-de-mente progressivo infindável amor que eu sinto por você.

Retirei esse texto do Fotolog do Juliano...
Valeu Ju!

quarta-feira, 27 de abril de 2011

O Tempo...


Texto escrito em 21/03/2011

Fazem quase 2 anos desde a última postagem aqui no blog, o tempo passa rápido!
Decidi retornar porque escrever me faz bem, acho que é a melhor forma que eu encontrei de expressar tudo o que está dentro de mim.

Então vamos lá, ao invés de começar pelo ínicio vou fazer diferente, vou começar quase pelo fim, mais preciso pela semana passada.
Assisti um filme chamado Uma Prova de Amor (My Sister's Keeper) lançado em 2009 com a atriz Cameron Diaz, filme que eu recomendo!


Mas infelizmente não é dele que iremos falar, o filme foi só um "gancho" para o assunto principal, que no caso é o ano de 2010 e como ele mudou a minha vida!
Logo após o término do filme, entrei na net eu fui procurar críticas sobre o mesmo. Quando joguei o nome do filme no Google como de costume vieram uma "avalanche" de informações e uma delas me chamou a atenção, resolvi clicar e ler do que realmente se tratava...


Era uma pergunta de uma pessoa apaixonada e algumas pessoas comentaram e deram as suas respectivas opiniões e uma delas me chamou muito a atenção, na verdade me identifiquei com ela.

A pergunta:
"Qual a maior prova de amor que uma pessoa poderia fazer por outra?"

A resposta que eu me identifiquei dizia o que a maior prova de amor por alguém é o tempo passar e você descobrir muito além de qualidades, defeitos e manias e ainda sim continuar a amar a pessoa, você reconhece tudo e ainda sim o sentimento por ela é o mesmo, você a ama do jeito que ela é.

Eu descobri que isso é verdade, o ano de 2010 me surpreendeu de várias formas, acreditem, foram coisas ruins e quando eu não acreditava mais em nada a vida me mostrou que é diferente e colocou no meu caminho uma pessoa que mudou muitas coisas em mim, que me fez acreditar que podemos sim sermos felizes, embora seja cada vez mais difícil nos dias de hoje, mas que não é impossível. Foi quando eu menos esperava, na verdade nem queria alguém na minha vida naquele momento, mas aconteceu e hoje eu vejo como foi ótimo, uma pena que acabou...

Quando você se foi eu não perdi apenas uma pessoa que passou pela minha vida, eu perdi um amor, perdi sonhos e vi planos serem desfeitos. A sensação de vazio ficou e continua até hoje, sinal de que você marcou e muito.
Tem dias que o coração aperta de uma forma que parece que tem uma mão dentro do meu peito apertando ele como se quisesse esmagá-lo.
O que mais dói foi que acabou de uma forma não muito legal, muitas coisas pequenas tomaram uma proporção imensa.
Sobre o que eu sinto já disse olhando nos seus olhos, o que meu coração pediu para lhe dizer e não foi 1 ou 2 vezes, só queria que você acreditasse que foi verdadeiro, nada foi da boca pra fora.

continuo mais tarde....

Bom, hoje 27/04/2011 resolvi continuar a escrever.
Porque tanto tempo depois?
O que aconteceu?
Simples, enquanto escrevia esse texto, vi e li uma coisa naquele dia que me machucou muito, ai não tive condições de continuar a escrever, minha cabeça foi a mil e o coração apertou de uma forma como nunca tinha apertado antes. Foi a dor de saber que eu tinha perdido você de vez, que já era tarde, pois outra pessoa já estava em sua vida, preenchendo um espaço que eu queria preencher.

Queira saber o porque depois de tanto tempo eu voltei a ter sonhos com você, voltei a pensar em você e voltei a sentir saudades, porque agora? Porque depois de tanto tempo? O pior é que voltou a doer, a saudade voltou a machucar.
Se eu procurei pessoas próximas a você foi porque queria te entender melhor, queria te conhecer melhor e tentar ter você de volta...
Já amei alguém antes, já sim, mas com a intensidade e verdade que amei você não. Você foi a primeira pessoa!
Me pergunto se vale a pena sentir algo (ainda) por você, depois de tudo que vi e ouvi (da sua boca), infelizmente não mandamos no nosso coração e por mais que eu queira que ele te esqueça, ele insiste em me fazer lembrar de você...
Sinto muito, muito mesmo, por não conseguir te fazer feliz enquanto estávamos juntos e por não ter uma oportunidade (hoje) para te mostrar que eu não sou aquele Thiago...

O amor se tornando dor...

quarta-feira, 24 de junho de 2009

Y todo va a pasar...Pronto verás el sol brillar




Sabe quando você pega aquele CD que não escuta há algum tempo, aí então do nada você coloca ele para tocar e se depara com uma música que parece falar com você, pois bem, aconteceu isso comigo ontem. Não consigo parar de ouvir a faixa e até fiz um vídeo com umas fotos minhas. A letra me fez realmente acreditar que tudo isso logo, logo passará e assim eu espero...

Não tenho muito o que falar hoje, acho que a letra da música falará por mim...